Notícias

Bioma Cerrado e Encontro das Águas

3ª Romaria do Cerrado

Por: Herman Oliveira para CPT
De Cuiabá
Fonte: CPT
Romaria dos povos
Sem... cerrado, água, vida.
Sem... cerrado, água, vida.
Foto de CPT

No próximo dia 16 de setembro, a partir das 07:30 horas, em Rondonópolis, diversas lideranças, agricultores, entidades de Direitos Humanos e Igreja Católica, estarão reunidos para caminhada e reflexões sobre o Bioma Cerrado, suas potencialidades e os danos causados pelo modelo civilizatório.

Será uma oportunidade, também, de conhecer as potencialidades do Cerrado já que haverá nesta data a Feira da Agricultura Familiar com produtos do Cerrado.

CERRADO - CURIOSIDADES

CERRADO

“No veio das águas brota a vida,

“Dos troncos retorcidos surge a esperança.”

  • O Cerrado é o bioma mais antigo do planeta, com 65 milhões de anos e é predominante no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Tocantins;
  • Hoje, mais de 80% do bioma cerrado foi destruído;
  • Centenas de nascentes de água, córregos e rios de médio porte já secaram e outros secarão nos próximos 30 anos como o caso do Rio Vermelho, o São Lourenço e o Araguaia;
  • É no cerrado onde estão os maiores aquíferos do planeta e as nascentes das três maiores bacias hidrográficos da América do Sul;
  • Possui um complexo sistema de raízes que o torna responsável por reter mais de 70% das águas da chuva;
  • No bioma Cerrado vivem mais de 80 etnias indígenas diferentes, além de comunidades tradicionais como: quilombolas, geraizeiros, vazanteiros, quebradeiras de coco e  outras;
  • O Cerrado abriga um rico universo de tradições, expressadas na relação de seus povos e comunidades tradicionais, nas festas, vestimentas, alimentação, folias, reisados, catira, moda de viola, entre outras;
  • A partir de 1950, o agronegócio é o grande responsável pela mudança radical do ambiente e pela expulsão de milhares de famílias do campo, protetores da biodiversidade do Cerrado e implantando a monocultura de soja, algodão, milho, eucalipto e cana de açúcar;
  • O uso intensivo de agrotóxicos nas grandes monoculturas polui as águas, mata as árvores frutíferas e as plantas medicinais, causando graves problemas de saúde e afetando a produção de alimentos saudáveis.

Nesta oportunidade haverá a presença de especialistas e militantes ambientalistas e de movimentos sociais para discutir junto á população de Rondonópolis e vale do rio Cuiabá e outras regiões, o evento constitui a 3ª Romaria do Cerrado e pretende trazer a população para entender o que está em risco na sociedade atual (veja os dois últimos tópicos acima). Isso contrasta fortemente com a alta capacidade do Cerrado em prover alimentos e serviços ecossitêmicos de saúde.

PLANTAS MEDICINAIS

DO CERRADO

O CERRADO é uma farmácia viva, com uma diversidade de plantas com propriedades terapêuticas extremamente importante para a manutenção das condições de saúde das comunidades, sendo também parte de um saber local preservado, utilizado e difundido pelas populações ao longo de várias gerações.

Romaria_feira.PNG

Acompanhe a programação abaixo.

Romaria_programacao.PNG

Conteúdo relacionado

Ações do estado de MT contra territórios tradicionais são derrubadas no STF. Quilombolas e indígenas manifestam-se em Brasília e em Cuiabá.
MAIS UMA CHACINA ANUNCIADA EM MATO GROSSO
As diferentes facetas do retrato da violência no campo em Mato Grosso
Modelo de regularização fundiária não inclui pequeno produtor, diz fórum
V Mostra socioambiental do Araguaia "Nós somos terra"
Indígenas da Bacia do Teles Pires se mobilizam, em Brasília, por seus direitos frente a empreendimentos hidrelétricos
Formad recomenda modelos de regularização ambiental adaptados à realidade da agricultura familiar e de povos e comunidades tradicionais.
MULHER: SEMENTE DE VIDA E RESISTÊNCIA
Organizações lançam propostas socioambientais para a agenda política de Mato Grosso
Organizações lançam estudos sobre as atuais ameaças ao bioma Pantanal
Dia 3 de dezembro: Mato Grosso vai às ruas exigir o fim do uso de agrotóxicos!
Usina Teles Pires: Justiça ordena parar e governo federal libera operação, com base em suspensão de segurança
Organizações lançam nota em apoio à operação "Terra Prometida" em Mato Grosso
03 de dezembro: Ato contra o uso de agrotóxicos em Cuiabá
Dossiê Abrasco: o grito contra o silêncio opressivo do agronegócio.
Encíclica papal aborda desigualdades na agricultura
Dossiê sobre agrotóxicos será lançado em Cuiabá e Rondonópolis
Pantanal por inteiro, não pela metade
ICMS Ecológico: O potencial de um imposto
Em Defesa da Vocação do Rio Paraguai / Pantanal